Google

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

CANSEI...AGRADEÇO


CANSEI...


São Paulo:


...de acordar com o barulho das buzinas dos carros bem em frente a minha janela;
...de pagar por um transporte público, caro, desconfortável e ineficiente e com o qual eu nunca posso contar num momento de emergência;
...de, antes de chegar ao meu destino, encontrar com um exército de pessoas me oferecendo crédito, óticas, currículos, isqueiros canetas. De ver seres humanos, enrolados em trapos, jogados nas calçadas, perambulando feito zumbis por toda a extensão do centro antigo até os arredores da Praça da República;
...de ver gente vendendo produtos piratas e a polícia a menos de 10 metros não tomando nenhuma providência e é só o policial dar um passo em sua direção e o elemento sai correndo, tal o diabo foge da cruz. Só que um finge que vai fazer algo e o outro finge que acredita, uma palhaçada digna de Arrelia;
...de ver uma cidade belíssima como São Paulo abandonada, de ver verdadeiros monumentos maravilhosos descuidados, depredados, sujos, como se essa cidade não tivesse uma linda história para contar e um passado glorioso a recordar, enfim;
...de presenciar pessoas jogando lixo nas ruas, pela janelas dos carros, dos ônibus, transformando as ruas em depósitos de lixo. Imagino como sejam suas casas....;
...de saber que esta cidade é linda e que não merece o povo que tem.

BRASIL:

...de ligar a tv ou a net, para testemunhar mais uma chacina, mais um bebê abandonado numa lata de lixo, mais um ataque de um pitbull, mais um assalto ousado, mais um sequestro, mais um assassinato;
...de ouvir um presidente que diz nunca ver nada;
...de acompanhar os 40 ladrões amigos desse presidente, com dólares na cueca, mensaleiros, sanguessugas, aproveitadores, livres;
...de ver um senador travando o país, que sabe que é culpado, mas não larga o osso de forma alguma. Esse pelo menos vai tirar uma licença, pra abrir caminho à aprovação da CPMF. Alguma coisa ele levou, com certeza;
...de ver projetos essenciais, como a reforma tributária, reforma do código penal e outras medidas engavetadas, pois não são interessantes a ninguém (em Brasília);
...de saber, meio que com conhecimento de causa, que o Brasil é um dos maiores e melhores países do mundo para se viver, em todos os aspectos e os brasileiros não se darem conta disso.

PESSOAL:

...de saber do meu valor, não ser reconhecido e não ter uma chance para mostrá-lo;
...de ser honesto e só ser prejudicado por ser assim, pois nessa terra, os hipócritas e os falsos tem mais chances de se darem bem;
...de mendingar a amizade dos outros;
...de ser conivente com atitudes, que particularmente, eu julgo erradas;
...de sorrir quando quero chorar;
...de ver a injustiça rondando minha porta, quando tenho a consciência tranquila que agi de forma correta, em todos os momentos;
...de tentar me desculpar e descobrir que é sempre tarde demais para isso;
...de ter que ser forte para ajudar alguém, quando eu mesmo estou alquebrado e necessitando de ajuda.


AGRADEÇO:

...por ter uma bagagem de vida que poucos terão, mesmo que vivam o dobro da minha existência;
...pelos meus pouquíssimos amigos, pois eles valem por um exército de colegas;
...por sempre ter a palavra certa no momento certo para ajudar alguém, mesmo que não tenha condições para isso;
...por ter uma fé inabalável em tempos melhores;
...por ter uma família que me dá o apoio necessário nas horas em que a "casa cai";
...pelo meu time estar entre os quatro melhores do campeonato;
...pela minha saúde;
...por ter um senso crítico e não ter medo de dizer o que penso.

E principalmente por ter tido a coragem de escrever tudo isso e tornar público, mesmo sabendo que poucos lerão e outros tantos não vão entender. Então, agradeço também a continuar tendo essa boa vontade e prazer em escrever.

Mesmo que as minhas palavras fiquem no vazio.

5 comentários:

Emmo disse...

É brow, as vezes penso exatamente como vc nesse texto, mas o negócio é tocar a bola pra frente e tentar encontrar alguma alternativa. Mas que cansa, isso cansa!!!

Professsor disse...

E QUEM SERIA A ALTERNATIVA? E QUE NÃO ESTIVE MACULADO COM ESTA GENTALHA. EU NÃO DESISTO.

sed.dangio disse...

Me desculpe a ignorância Professor, mas não entendi onde o senhor quis chegar com seu comentário? Agradeço se pudesse expor com mais clareza seu ponto de vista. Obrigado!

Denise Hernandez disse...

Pois é meu amigo, a gente cansa, mas logo lembra de coisas que nos fazem descansar e eencarar a vida! Belo texto! Bjus!

Olyvia Character disse...

Faço minhas as suas palavras.
Entendo perfeitamente tudo isso. Mas o texto começou com o desalento e terminou na esperança. Isso de ter esperança move mtas pessoas.
Pense em si e tome as atitudes por si e por todos.
Pense que vc é o centro do mundo, e então faça a tua parte pra ti e pra todo o resto ao seu redor.
Podemos mudar, não os outros, talvez, mas a nós mesmos, de dentro pra fora.
Isso é o que importa.